ICP Responde



Senhor Deus, peço-te que te lembres de mim e fortalece-me agora só esta vez (Jz 16.28)


Ceticismo. Diz que esta narrativa é incoerente por entender que ela é contrária à norma de Êxodo 20.13 - "não matarás" - quanto ao consentimento divino à petição de Sansão que, segundo julgam os céticos, cometeu suicídio.

Resposta apologética: De acordo com Juízes 14.4, Sansão teve de aprender, da forma mais cruel possível, que os filisteus eram um povo bárbaro e desumano. Foi traído por Dalila, mas jamais desejou o suicídio, antes, a libertação do povo e a desforra pela cegueira que lhe fora violentamente infligida (16.21). A matéria pode ser dirimida pelo testemunho de Jesus, a quem os céticos não atribuem a prática suicida. Disse Cristo de si mesmo: "O bom pastor dá a vida pelas ovelhas [...] e dou a vida pelas ovelhas" (Jo 10.11,15). E, ainda: "Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos" (Jo 15.13). Foi essa a intenção de Sansão em favor de seu povo. E não o suicídio!


  • Leia também



    Bíblia Apologética com Apócrifos Série Apologética Curso de Teologia On-line Curso Básico de Teologia Curso Médio de Teologia Curso Bacharel de Teologia
    Contato
    Siga

    © 2017 - 2020 ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. Todos os direitos reservados